topo

NOSSO BLOG

Acesse nossos conteúdos e acompanhe nossas novidades.

Postado em 07 de Abril às 13h50

Afinal, Personal Branding e Marketing Pessoal são a mesma coisa?

Artigos (32)Redação Previu Inteligência (19)Personal Branding (16)

Ambas as estratégias têm muitas semelhanças em comum, mas dizem respeito a diferentes técnicas de comunicação de marca pessoal. Chega mais pra entender! 

É muito comum ouvir que Personal Branding e Marketing Pessoal são a mesma coisa. Mas não se engane, ambas correspondem a diferentes estratégias de gestão e comunicação de marca pessoal. Com a crescente exposição às redes sociais, por exemplo, fica cada vez mais urgente a necessidade de líderes e profissionais de diferentes áreas pensarem suas carreiras e sua exposição pública como uma marca, potencializando assim sua imagem pessoal.

Personal Branding e Marketing Pessoal transformam pessoas em marcas de referência no seu segmento. A diferença é que cada uma delas utiliza um conjunto de técnicas específicas, gerando resultados distintos, embora sejam estratégias complementares na condução de uma carreira. Siga a leitura e entenda na prática como estes recursos podem fortalecer ainda mais sua imagem profissional!

PERSONAL BRANDING

A expressão Personal Branding (ou Branding Pessoal) consiste em construir e gerenciar seu nome enquanto uma marca. Isto é, assim como grandes empresas são reconhecidas pelo mercado, o Personal Branding é utilizado para criar reputação, credibilidade e autoridade de um nome profissional.

“Meu nome como uma marca?” Sim, exatamente! Pense em personalidades que são referências em suas áreas de atuação ou na mídia: artistas, atletas, políticos, empresários, blogueiros, digital influencers, youtubers, entre outros. Essas figuras públicas são reconhecidas não somente pelo trabalho que realizam, mas justamente pela reputação que construíram (e seguem construindo) em relação à sua marca pessoal.

Mas atenção: construir e gerenciar uma marca pessoal não se restringe às pessoas “famosas”. Afinal de contas, em tempos de Era Digital — com toda a exposição das redes e a oportunidade de sair do anonimato para se tornar uma personalidade de destaque —, as exigências pela credibilidade, pela idoneidade da são cada vez mais requisitadas. Portanto, os cuidados com a imagem pessoal independem do grau de popularidade da pessoa e podem favorecer profissionais de qualquer área de atuação.

Como fazer Personal Branding? 

Fundamentalmente, o trabalho baseia-se em pensar estrategicamente a sua carreira como se ela fosse uma empresa. Ou seja, esse planejamento estratégico, com objetivos precisos e ações coordenadas a médio e longo prazo, envolve uma série de etapas essenciais para desenvolver e aplicar os princípios do Personal Branding.

Algumas etapas são: diagnóstico, planejamento, tomada de decisões, atitude e comunicação eficiente. Além disso, outros aspectos compreendem a elaboração do Personal Branding:

  • Ter propósito: construir marca pessoal é diferente de ter um emprego. É preciso ter clareza sobre sua missão de vida para construir sua marca pessoal a partir de um propósito que agregue valor à sua carreira.
     
  • Ter objetivos e metas concretas: é preciso saber para qual direção seguir e onde quer chegar. Caso contrário, será como nadar por muito tempo e acabar naufragando. Por isso, é importante ter foco para poder idealizar estratégias e planos de ação.
  • Posicionamento claro: que palavra o descreve em sua rede de relacionamentos neste momento? É essencial identificar seu diferencial, aquilo que o distingue na área de atuação, e comunicar com eficiência, para ser percebido e lembrado de forma única.
  • Gestão a longo prazo: gerenciar sua carreira e sua marca com ações no presente, mas também focar em metas futuras, uma vez que sua sua marca pessoal requer visão estratégica, demanda objetivos a serem alcançados — assim como em uma empresa.

MARKETING PESSOAL

Já o Marketing Pessoal diz respeito à maneira como você “divulga-se” comercialmente a partir dos seus atributos, competências e habilidades. Isto é, a forma como você projeta sua carreira para os outros, como você “vende seu peixe”. Mais que isso, o Marketing Pessoal também se refere à construção de relacionamentos com públicos estratégicos para a sua carreira. Na prática, fica mais fácil de pensar em exemplos como profissionais liberais, palestrantes, freelancers, educadores, autoridades, especialistas em determinados assuntos e empresários.

Tratam-se de estratégias de comunicação adotadas para promover seu nome ou serviço que você presta. Note que o Marketing Pessoal “flerta” com o Personal Branding. Apesar disso, busca posicionar o profissional em lugar de referência no mercado, de modo a valorizar o seu trabalho, a partir da estratégia de Personal Branding que tem foco na construção de valor da marca pessoal no mercado a longo prazo.

Desse modo, as estratégias do Marketing Pessoal relacionam-se ao network qualificado e continuamente nutrido (divulgando novos projetos, qualificações profissionais e promoções), ao posicionamento nas redes (evidenciando competências e atração de novos clientes), assim como atividades voluntárias, participação em eventos, investimentos em cursos de formação e, não menos importante, um portfólio detalhado e atualizado (um site exclusivo, LinkedIn, Behance ou Contently).

Para fechar... 

Compreendendo as diferenças, fica mais fácil entender que Marketing Pessoal e Personal Branding podem ser otimizados quando alinhados entre si, convertendo-se em resultados eficazes na construção da imagem pessoal. Ou seja, o Marketing Pessoal será mais efetivo quando for amparado em um trabalho prévio de Personal Branding. Sem isso, o Marketing Pessoal poderá surtir efeitos contrários diante da ausência de uma imagem pessoal estrategicamente pensada e planejada.

Agora que você entendeu as diferenças, vamos agregar ainda mais valor à sua Marca Pessoal?

Se gostou do artigo, compartilhe nas redes ou mande para seus colegas e amigos!
Siga a PREVIU nas redes e acompanhe outros conteúdos. 

Veja também

Marca Pessoal: o personal branding como estratégia de carreira23/09 A estruturação de um projeto de Personal Branding pode ser decisiva para orientar seu posicionamento e seus movimentos no mercado de trabalho, com impacto sobre sua imagem e sua carreira profissional. Por isso, construir uma marca pessoal é investir em estratégia de carreira. O QUE É PERSONAL BRANDING Assim como ocorre com as marcas corporativas, quando o assunto é......
Precisamos de heróis e heroínas26/07 A “explosão” de popularidade da Rayssa Leal, entre ontem e hoje, diz muito sobre a necessidade que nós, serem humanos, temos em encontrar heróis que nos inspirem, que nos apontem algum rumo ou que simplesmente resgatem algum......

Voltar para Blog

Vagner Dalbosco

Por Vagner Dalbosco
Head da Previu Inteligência | Mestre em Gestão da Informação 
vagner@previuinteligencia.com.br

Liziane Vicenzi

Por Liziane Vicenzi
Colaboradora Previu Inteligência | Mestre em Jornalismo | Doutoranda em Educação 
lizivicenzi@gmail.com

Redação Previu Inteligência